HOME > ARTIGOS

Novos estudos confirmam e ampliam as descobertas anteriores sobre o CLA

Um estudo publicado na edição de junho do American Journal of Clinical Nutrition trouxe mais revelações sobre o CLA. Foi o primeiro estudo de longo prazo feito com o CLA. Esse estudo mostrou que indivíduos acima do seu peso normal que tomaram CLA tiveram uma perda de gordura corporal. O que chamou a atenção é que os resultados foram obtidos sem mudança nos hábitos alimentares ou estilo de vida dos voluntários.

Esse novo estudo que foi realizado pelo pesquisador Jean-Michel Gaullier, PhD, com o Grupo de Pesquisadores Médicos da Escandinávia envolveu 180 homens e mulheres acima do peso, todos com IMC (índice de massa corporal) entre 25 e 30. Um IMC acima de 25 tem sido relacionado ao aumento do risco de doenças cardíacas e outros problemas de saúde, tais como a diabetes. Confira o seu IMC.

Eles foram aleatoriamente divididos em 2 grupos. Um deles tomou CLA e outro tomou pílulas placebo (sem nenhuma finalidade).

Resumidamente este foi o resultado no final do período estudado:
  • Os indivíduos do grupo que tomaram CLA perderam peso, enquanto que os indivíduos do grupo placebo continuaram com o mesmo peso.

  • As pessoas do grupo que tomaram CLA tiveram uma perda de gordura corporal, que variou entre 7% a 9%, sendo que as do grupo placebo não tiveram nenhuma diminuição da gordura corporal.

  • Os voluntários que tomaram CLA tiveram ganhos de massa muscular. Lembre-se que a quantidade de massa muscular é o fator mais importante para acelerar o seu metabolismo e ajudar na queima de gorduras. Para entender melhor leia o Artigo: Acelere seu metabolismo e queime gorduras 24h por dia.

    Segundo Gaullier o estudo mostrou que: "aqueles que tomaram CLA perderam 7% a 9% da gordura corporal mesmo sem mudar seus estilos de vida e hábitos alimentares. Isso sugere fortemente que os efeitos observados do CLA na composição corporal independem da dieta".

    Segundo o pesquisador, os resultados desse estudo não só confirmam como também ampliam as descobertas anteriores baseadas em estudos de curto prazo sobre o CLA. Estudos anteriores também trataram sobre esse assunto.

Os mecanismos do CLA que levam à diminuição da gordura corporal e ao aumento da massa muscular não estão completamente desvendados. "Há indícios de que o CLA atue eliminando as células de gordura, encolhendo essas células e mantendo elas "murchas", ou ainda acelerando o metabolismo e com isso promovendo a perda de gordura", ele explica.

NOTA: Este artigo tem caráter meramente informativo e não tem a intenção de substituir uma orientação médica ou de um profissional de saúde. A venda de CLA (ácido linoléico conjugado) não se encontra autorizada no momento pela ANVISA para a venda no Brasil.

Produtos Relacionados:


Voltar