HOME > ARTIGOS

Músculos ou coração? Exercícios anaeróbios e aeróbios?

Untitled Document Quais são as diferenças entre exercícios aeróbios e anaeróbios? Quais são os benefícios, indicações e contra-indicações dos diferentes tipos de atividade física?

Quando realizamos qualquer tipo de exercício físico, nosso corpo é submetido à uma série de adaptações e ajustes, que dependem fundamentalmente da natureza, intensidade e duração do exercício. O entendimento dessas adaptações é muito importante para a conscientização dos benefícios e dos eventuais problemas que possam aparecer.

O ponto de partida para esse raciocínio é o processo da contração muscular que vai dar origem ao movimento. Quando nossos músculos se contraem, existe uma transformação da energia química armazenada nos músculos em energia mecânica (trabalho = movimento), sendo que grande parte dessa energia química também é transformada em calor.

Assim sendo, a realização de uma atividade física vai ser uma constante utilização da energia química dos músculos. Para que se possa sustentar o exercício, será necessário um contínuo suprimento dessa energia. Esse suprimento pode ter basicamente duas fontes diferentes:

1) Fontes de energia obtidas à partir de mecanismos independentes da utilização de oxigênio.
2) Energia produzida através da utilização do oxigênio para "queimar" os substratos energéticos, principalmente as gorduras e os hidratos de carbono.

Quando o exercício é de alta intensidade e curta duração, a energia é obtida principalmente do primeiro sistema, ou seja, sem a participação do oxigênio. Esses são os chamados exercícios anaeróbios, e compreendem atividades como levantar um peso, subir escadas rapidamente, correr em velocidade etc. As adaptações necessárias ocorrem fundamentalmente nos próprios músculos e propiciam os chamados benefícios de exercícios localizados.

Por outro lado, quando o exercício é moderado, ou seja de baixa intensidade e longa duração, a energia vai ser obtida principalmente pela utilização do oxigênio, caracterizando os exercícios como aeróbios. Andar, pedalar, nadar, dançar, correr em velocidade moderada, são exemplos de atividades aeróbias. Nesse caso, as adaptações solicitam o envolvimento dos pulmões, coração e circulação para trazer oxigênio para os músculos. Os benefícios serão, portanto, mais de natureza cardio-respiratória.

Em resumo, os exercícios anaeróbios são aqueles que têm efeito mais localizado nos músculos, enquanto que os exercícios aeróbios beneficiam principalmente a saúde do sistema cardio-respiratório.



Prof. Dr. Turíbio Leite de Barros Neto


Voltar